sexta-feira, 9 de junho de 2017

Resenha e resumo do livro A fabrica de vespas -

"certa vez, amarrei uma vespa em cada um dos sininhos de cobre, para que o martelinho batesse nelas de manhã, ao soar o alarme. " Pág. 34
Fabrica de Vespas:
▶Titulo original: The Wasp Factory
▶ Pág: 240
▶Autor: Iain Banks
▶ Ano: 1984
▶Editora: Darkside
▶ Primeira pessoa do singular



Resumo:

 Frank, mora com seu pai em uma ilha afastada da cidade, sua mãe o abandonou quando era criança e seu irmão Erick acabou de fugir de um hospital psiquiátrico. O pai de Frank não liga para seu filho, logo ele é um pai ausente, mas que mantém um segredo em seu escritório que no final do livro trará um desenrolar que ninguém poderia imaginar. Frank não é registrado e nem frequentou a escola, já matou três crianças, mas agora só mata animais...

"É claro que eu estive matando coisas. Como diabos eu conseguiria cabeças e corpos para as Estacas e para o Abrigo se eu não matasse coisas? Não acontecem mortes naturais o bastante. Mas não dá pra explicar isso para as pessoas.'' - Pág. 24
Frank tem hábitos estranhos, como passar seu tempo matando animais para empalá-los em uma estaca. 
 " Eu não precisava mijar porque passei o dia mijando nas estacas, marcando-as com meu cheiro e poder. " - Pág. 29
 Frank, embora não tenha um órgão reprodutor masculino devido um acidente com um cachorro ele carrega uma certa aversão a mulheres e acredita que elas são seres fracos e inferiores, esse ocorrido deixa Frank por vezes a se desvalorizar e não gostar de sua aparência. Ele, também não sente necessidade de se relacionar sexualmente com ninguém.

"Mulheres... são fracas e estúpidas e vivem a sombra dos homens e não são nada comparado a eles" pág. 61

"Queria parecer bravo e ameaçador, do jeito que eu devia parecer... Se não fosse pelo meu pequeno acidente. Olhando para mim você não diria que matei três pessoas. Não é justo." - Pág. 34
 Resenha:

Com alguns trechos bem filosóficos como política e sanidade mental, o autor dessa obra nos trás uma história rica de um psicopata que nos conta e reage sobre seus assassinatos de uma frieza assustadora, mas o livro não se atém somente aos seus atos passados, mas sim em como Frank pensa e se comporta em diferentes ambientes, nos trás uma historia rica que nos prende do início ao fim. O segredo de seu pai guardado no escritório, os passos de seu irmão Erick, seus rituais místicos na fabrica de vespas, os assassinatos do passado e as explicações do mesmo, o comportamento de seu irmão e o final surpreendente nos envolve em uma leitura rítmica e que te prende.

Nesse tipo de livro, o personagem foi feito para ser odiado e embora ele tenha pensamentos retrógrados e bastantes polêmicos, mostra-se esperto em outros assuntos, e no final do livro não conseguimos mais o odiar por conta da reviravolta de sua historia e devido Erick aos poucos começar a chamar mais atenção para seu comportamento alterado, porém devo ressaltar que a narrativa descrita por Frank é indutiva, já que ele descreve seus próprios atos de maldade com frieza, como se aquilo fosse algo normal e aceitável em nosso cotidiano e relata com certo choque e até mesmo nojo de algumas atitudes de seu irmão, no entanto não tema, não tem como alguém gostar de Frank ou de qualquer personagem desse livro. Contudo, para um livro de terror é uma história perfeita e execrável ao ser imaginada, porém não é uma história que te induz ao medo e que você não consegue dormir depois, mais sim uma história que te dá repulsa com suas cenas um tanto nojentas.

Um beijo a todos o fantasma que assombra esse blog.

Um comentário:

  1. O personagem torna-se refém de sua própria história...

    ResponderExcluir