segunda-feira, 25 de setembro de 2017

desabafando com fantasmas - Tudo o que eu queria era nunca ter nascido

Desabafando com fantasmas

 


Vejo daqui de cima os ventos da desesperança, 
sobre a tempestade de emoções
em um mar revolto. 
Não queria me sentir sozinho. 
Mas, as vezes, é difícil... 

Encaro o orvalho rubro deslizando sobre minha pele, 
A lâmina deslizando pelos meus dedos... 
Já não fazia mais efeito
meu coração ainda doía.


Você me disse que eu seria seu último amor eterno 
Só você e eu... 

Disseram-me que já está com outro
Um relacionamento firme de cinco anos,
Juntos compraram uma linda casa,
que tivera seu segundo filho a pouco tempo,
que você ganhou a tão sonhada promoção do trabalho.
Disseram-me que estás vivendo seu sonho.
É... Ele te deu tudo aquilo que eu não pude te dar... 

Fico feliz que tenha tido suas conquistas,
mas apenas queria que as dividisse comigo.
Não se preocupe, 
Sei que um dia encontrarei alguém como você. 
Não se envergonhe,
Desejo o melhor para você, também...
Transfiro o meu amor para o seu novo amado 

Espero que você trate ele melhor que tratou a mim
Arrependimentos e coisas ruins também compõem uma lembrança, 
Mas de tudo o que você me fez 
em minha mente só perdura os momentos bons. 

Ainda encaro o mundo aqui do alto como se fosse a última vez que seria possível,
Sento-me em um trono,
Maquiagem nos olhos para cobrir as olheiras,
óculos de sol para esconder a solidão transbordando em meus olhos.
Trajo a tristeza em meu corpo, enquanto permaneço sentada no galho de uma árvore.
Meu cordão é uma corda a qual eu amarro e desamarro de meu pescoço,
minha coroa é a incerteza de se jogar ou não... 

Você me fez livre!
Me fez estragar minha saúde e minha vida,
me fez enxergar o mundo de uma maneira diferente 
Comecei a viver depois que você me deixou, 
Mesmo assim tudo o que eu queria era nunca ter nascido.

11 comentários:

  1. Eu amo poesia, melancolia, e principalmente, escrever sobre dor, sobre a depressão. Então, obviamente, adorei o que você escreveu. A forma como usou as palavras foi um tanto impactante, uma faca cravada no peito, um suspiro ao meio a dor. Eu simplesmente adorei <3

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo, triste e profundo. Esses são tipos sentimentos de um amor perdido, porém deve sempre pensar que algo bom está por vir. Deus não falha

    ResponderExcluir
  3. que texto maravilhoso
    devemos sempre olhar pra frente
    amei a foto

    ResponderExcluir
  4. Não sei se gostei mais do texto ou da foto, pois os dois estavam belos. Se eu puder sugerir algo, acho q uma leitura de Augusto dos Anjos e um visual um pouquinho mais putrefado cairia bem d+ para a temática. Mas, q ficou lindo, ah ficou!

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Uau que sofrencia, adorei, você muito talentoso ao transmitir sentimentos, já pensou em escrever músicas?

    ResponderExcluir
  6. Uma história triste contada nesse poema! Consegui visualizar algumas cenas do sofrimento, do coração partido!! Parabéns!
    PS: Concordo com o Lucas, a foto apesar de bela não está "combinando" com o tema.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Você conseguiu contar uma história em poucas linhas e de forma muito poética, o que se torna muito raro para os dias de hoje. Fui devorando tudo que você escreveu e me colocando no lugar do seu eu-lírico que é tão parecido com a maioria de nós. Essa carga dramática só tornou a poesia mais incrível. Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom? Uma história poética triste, hein? Bateu até bad aqui, mas ficou bom rs
    Parabéns, bjs.

    ResponderExcluir
  9. Que poema lindo, e ao mesmo tempo tão triste e melancólico </3
    Parabéns pela escrita

    ResponderExcluir