terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Resenha do Livro Erec Rex O olho de dragão, da escritora Kaza kingsley

Resenha do Livro Erec Rex O olho de dragão.
ISBN-13: 9788501081520
ISBN-10: 8501081523
Ano: 2007 / Páginas: 446
Idioma: português
Editora: Galera Record
Escrito em terceira pessoa.




Esse livro eu comprei no ano de 2015, na bienal do livro do Rio de Janeiro e pasmem paguei apenas dois contos de réis por ele, sim! Isso mesmo! U_U Comprei muito nesse evento? Para meu orçamento, sim, mas tinha gente, rica obviamente, que parecia ter 49 braços para levar tantas sacolas abarrotadas de livros, sim isso é inveja. T-T.
Segue as fotos do evento e o quanto eu comprei! pretendo comprar mais esse ano. Sou desses que sonham kkkkk





Resumo:


O livro começa com Erec Rex acordando e nos apresentando aos poucos os objetos místicos que de primeira você se assusta e acaba ficando um pouco confuso. Mas sim, o relógio tinha braços e pernas e só parava de despertar quando o garoto estivesse completamente acordado, a escova escovava os dentes do menino sozinha e ai dele se a tirasse de sua boca. Inicialmente, fiquei confuso com o universo, mas logo na segunda página já estava inteirado no mundo onde estava pisando!

"Muito tempo atrás quando eles podiam se dar ao luxo de fazer tais coisas, sua mãe havia encomendado de uma certa loja chamada Vulcan alguns estranhos objetos que pareciam ter vida. Enquanto  crescia, Erec se acostumou a essas criaturas e as tratava quase como bichos de estimação. Mas a mãe insistia em esconder tudo das visitas que poderiam pensar ter perdido completamente o juízo se vissem algo assim."

Erec Rex vive com sua mãe e mais dois irmãos, os quais são gêmeos, tal mulher enfrenta problemas financeiros e mesmo assim vive se mudando, mas ela parece ser uma boa pessoa visto que adotou três crianças e cuidava como se fossem seus filhos de sangue.

"Sua mãe tinha que trabalhar em vários empregos para sustentar todos eles, Erec sabia disso."
O mistério continua quando Erec confessa para nós que tem pensamentos sombrios, uma sensação que ele sente quando alguém ou ele próprio está em perigo, essa sensação manda ele fazer alguma coisa e se Erec não obedecer ele se sente tão mal que uma hora ou outra acaba cedendo e tendo que fazer o desejo de seu "pensamento".

"Então o pensamento sombrio ordenou a ele: 'Vá encontrar sua mãe!'
onde?
'Do lado de fora da entrada da Grande Estação Central. No carrinho de cachorro-quente'
...
Erec agarrou-se à cadeira lutando contra a ânsia de seu próprio corpo em ir até a Grande Estação Central... Ele agarrou a cadeira, lutando para não ficar de pé, até suas mãos começarem a doer. Ele tinha de ceder."

Assim que acorda Erec percebe que sua mãe não esta em casa e que uma criada fora contratada para cuidar deles. Mas Erec acaba tendo um pensamento sombrio que o manda se encontrar com sua mãe, mas de alguma forma Erec sabia que não iria encontrá-la. Ele reluta, mas chega uma hora que o martírio é tão grande que ele se vê obrigado a obedecer. E ai é que que ele conhece Bethany que diz ter visto sua mãe sendo sequestrada.

" - Parecia que ela estava sendo levada para algum lugar - disse Bethany. - Como se ela não pudesse se livrar deles... Ela parecia realmente muito nervosa."

Então Erec e Bethany vão até  o Local onde a mãe deles foi levada e é nesse momento que somos apresentados a Terra de baixo, onde a magia rola solta. kkk

Resenha:

O livro tem uma linguagem bem simples e utiliza de referências como Harry Potter e Percy Jackson, eu o considero como um livro infantil, mas não é por isso que ele deixa de ser bom, ele é um bom livro, a história te prende e é uma leitura agradável.
Tenho visto que muita gente não gostou dele, mas eu gostei muito. Confesso que ele não é o melhor livro do mundo! Mas amei tê-lo lido.
Um descontentamento meu quanto a editora Record é que não é o primeiro livro que eu leio deles que a editora não tradu a sequência, logo não lança a continuação, imagina se a Rocco só lançasse o primeiro livro de Harry Potter? A editora Record em minha opinião é a pior de todas,  ( tudo bem eu exagerei) kkk
Inclusive trata escritores brasileiros como um lixo. Quando eu estava buscando editoras para lançar meu livro a Record deu um prazo de três anos para avaliar se tinha ou não o interesse de publicá-lo, sem contar com toda a burocracia ainda disse que se minha obra não fosse aceita eles não dariam nenhum parecer e todo o material enviado seria destruído, enquanto outras editoras como a Rocco, facilita toda informação que um escritor precisa, dá um prazo de um a três meses para a resposta se há o interesse de publicar ou não o original (no caso sua obra). Um ponto negativo é que eu nunca vou saber o que vai acontecer com Erec e Bethany.
Bom, fui procurar para ver como estava atualmente o envio de materiais para a editora Record e vejam só, hoje em dia ela nem estipula o prazo para avaliarem. Eu, Hélio tenho nojo deles!


19 comentários:

  1. Que bacana. Eu não tinha ouvido falar desse livro ainda, mas agora vou dar uma pesquisada.

    ResponderExcluir
  2. Ele é muito bonzinho!
    Vale ler quando vc precisa de uma leitura mais leve, quando for viajar e tals.
    E ele é bem enconta!

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Primeiramente, como assim você comprou esse livro por R$2,00???? Estou querendo muito ir na Bienal do Rio este ano, já estou procurando passagens e hotéis, então espero valer o investimento e que os preços estejam bem em conta (oremos!).
    Quanto ao livro, ainda não tinha conhecimento sobre ele, nunca o tinha visto. Mas, fiquei muito encantada pelo que você narrou. Acho que no início ficaria um pouco confusa com o universo, ele apresenta muitos elementos novos e que são bem peculiares.
    Quanto a Editora Record, não tenho muito o que falar. A maioria dos livros publicados pela Editora são de excelente qualidade e estão sempre muito bem diagramados. Dessa parte de envio de originais não faço muito ideia. Uma pena que segundo vocês, eles sejam tão ruins assim! Adorei o post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que exagerei um pouco na crítica dá editora, ela não é de todo o ruim. Mas eu acho falta de respeito a editora não dar o parecer de um trabalho que demorou meses ou até anos para ser feito, entende?
      Mas tirando esse fato e focando no livro, achei que fiz um super investimento. Mas não se engane, na Bienal os preços são um tanto salgado, precisa procurar pesquisar bastante e não ter pressa em comprar logo na primeira stande.
      Esse livro em especial comprei na stande da prefeitura, nunca deixo de ir nessa stande!
      Espero que nos encontremos lá, já estou juntando dinheiro para torrar meu dinheirinho lá ♥️💜

      Excluir
  4. Garoto do Blog, não conhecia esse livro, portanto, valeu por me apresentá-lo.

    Sobre a questão do envio de originais para as editoras, diria que, em partes é assim mesmo, eles inutilizam os originais enviados porque dizem não terem estrutura para guardar ou reenviar os materiais de volta. Falo isso porque já enviei original de um livro meu para a Rocco, rs.

    Abraço, velho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu Também já enviei para a Rocco ♥️
      A diferença é que a Rocco pede para enviar em mídia, na época eu comprei um CD e coloquei o livro lá, as editoras que normalmente pedem o conteúdo impresso devolvem o material caso não tenha o interesse de publicar como a FTD, mas enfim.
      Eu acho que só peguei antipatia com a editora mesmo kkk
      O livro é muito bom, é aqueles livros para ler enquanto viaja, para passar o tempo. Recomendo!

      Excluir
  5. Oi,

    Primeiramente: 2 reais??? #D
    Nunca fui nesses eventos grandes, mas me deu muita vontade! Com livros a 2 reais, eu ia ter que fazer um puxadinho!! rsrs
    Então, sua resenha veio em boa hora... eu vi esse livro nas Americanas em promoção! Não por 2 reais, infelizmente! Acho que estava 9,99, mas como nunca tinha visto, acabei não levando. E apesar do começo parecer meio abrupto, fiquei curiosa! Acho que se ainda estiver lá, vou comprar!

    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compra sim a historia é bem interessante!
      bjs

      Excluir
  6. Nunca tinha ouvido falar desse livro! :o pessoalmente não me chamo muito a curiosidade mas partilho a sua inveja elas pessoas que compram 20 e 30 livros nas feiras! *^* Quem me dera! Enchia logo duas ou três estantes *^*

    Beijinhos,
    Mii
    #Comic Life

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né nom?
      Pow a inveja gospel chega clama louvores!

      Excluir
  7. Olá, tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha! Daria até uma chance, mas também odeio ficar sem ler a continuação. Vejo que isso acontece bastante com a editora Record, até porque não é a primeira vez que leio isso a respeito dela. É algo triste, infelizmente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pior coisa é não ter dinheiro para comprar a continuação a segunda pior é a editora não lançar a continuação! :(

      Excluir
  8. Acho muito interessante livros que abordam um mundo, vamos dizer, diferente, místico, sobrenatural, acho bacana e nos dá o q pensar. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  9. Olá td bem° Espero que sim
    Não conhecia esse livro ainda, mais fiquei curiosa para conhece-lo, muito boa a sua resenha.
    bjs

    Att. Blog encrespa

    ResponderExcluir
  10. Acredito que o livro esteja voltado para o público infanto juvenil, mas o enredo me pareceu interessante, apresentando o mistério e a magia!! Imaginei uma adaptação cinematográfica, seria legal!
    Quanto à Editora, você está revoltado e entendi seus motivos, rsrsrsrs!

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma questão bem pessoal mesmo. Mas tirando algumas coisas a Record não é das piores editoras.

      Excluir